RENATTA

RENATTA

PARA TRANESCREVER ME FAZ VIAJAR EM LUGARES DISTANTES ONDE O CORAÇÃO E A MENTE VOAMSCREVER AO PAPE

PARA TRANESCREVER ME FAZ VIAJAR EM LUGARES DISTANTES ONDE O CORAÇÃO E A MENTE VOAMSCREVER  AO PAPE
Sou....Mulher amiga, amante, mãe...Mulher que inicia seu dia trabalhando...E termina, amando...Mulher que protege, luta briga e chora.. E que nunca deixa o cansaço.. Tirar o seu sorriso, sua força, a esperança..Que está sempre pronta a amar, e proteger a sua prole... Sua vida, o seu amor..Mesmo que esteja chorando por dentro..No seu olhar esta sempre presente.. A força de lutar por tudo o que quer Mesmo cansada.. Está sempre pronta para seguir em frente..E quando cai, se levanta tirando de sua queda..Uma grande lição..Aprendendo então, a passar por cima das armadilhas da vida.. Mulher Guerreira que se torna..Forte e frágil ao mesmo tempo...Que busca dentro de seu interior a força..Que chora para poder se fortalecer..Através das lágrimas que rolam.. Que se levanta para poder...Levantar a quem está em sua volta..Precisando de uma palavra de carinho..De esperança, de amor... Essa é a mulher guerreira Que se faz de forte..Mas ao mesmo tempo é tão frágil...Como um cristal...Mas que não se deixa quebrar tão facilmente... Sou filha de Iansã....e de Ogum... SIMPLESMENTE RÊ

Seguidores

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

A Magia das Palavras.

Todos somos feiticeiros e a palavra é o principal ingrediente do caldeirão. 
Através do que é dito ou escrito podemos convidar os povos a dançar, semeando alegria e esperança ou construir muros, espalhando ódio e medo.
 Este é o poder e ele é seu. Assim, cada manifestação se torna um ato de magia e define qual tipo de feiticeiro escolhemos ser.
Desde tempos remotos ensina-se que a palavra tem poder. Toda palavra traz em si uma ideia. Diversas culturas ensinam valiosas lições sobre o cuidado que devemos ter com a palavra.
O cristianismo orienta que as palavras revelam o que cada um tem no coração. 
Elas são a exata medida do nível de consciência de quem as emite.
Os cabalistas narram uma bela história em que um professor, para corrigir um aluno que difamou o colega, pede que escreva a ofensa em um pedaço de papel. Depois que a rasgue em muitos pedaços e os solte em lugar assolado por forte ventania. 
Agora recolha tudo, determina o professor. Impossível, responde o aluno faltoso que já não consegue ver para onde os pedaços restaram espalhados e perdidos. 
Assim acontece com as nossas palavras, explica o bondoso professor, depois de ditas já não nos pertence mais e ignoramos qual será o seu destino.
– Preste atenção antes de falar. Escute todos os lados envolvidos, em toda discórdia há no mínimo duas versões, além da verdade!
– Pondere quais sentimentos te movem: ódio, ciúme, vingança, inveja ou amor e paz?
– Outro cuidado que devemos ter é não travestir o desejo de vingança com as vestes da justiça. Não raro, sob a falsa e pretensa alegação do ato nobre, ocultamos e damos vazão aos nossos sentimentos mais densos e sombrios.
– Seja claro e objetivo em suas palavras. Não é não; sim é sim. Exponha seu raciocínio serenamente e respeite o entendimento alheio contrário ao seu. Que seu coração nunca esqueça que a boa semente não se perde e, no momento oportuno, germinará.
– As mais sábias palavras despencam no abismo se não forem o espelho das atitudes de quem as disse.
– Seja sempre sincero e nunca finja afeição, porém lembre que o amor é a força mais poderosa que existe. O amor é a matéria-prima de todos os milagres. A palavra traz Luz aos cegos.
O budismo ensina que Universo é um ser vivo em eterna transformação e reage na exata razão das nossas ações. A melhor maneira de comungar com Ele é espalhando alegria por toda a gente. Para tanto, a palavra é uma sementeira poderosa e barata.
A sabedoria empresta cores à filosofia das mais diversas tradições.
 Reconhecer a árvore através de seu fruto é outro belo quadro desenhado com as mesmas tintas. Sendo você a árvore, os frutos são suas palavras (e atitudes). 
Decida se vai envenenar ou alimentar a humanidade em suas ceias espirituais. 
Você se define a cada ato ou palavra.

Dica para 2016. use suas palavras para o bem...para coisas boas
Deixe a maledicência longe de você.
Siga em paz com voce mesmo...serenidade e paz...para 2016.
Bjokas
Renatta Magrini

MILAGRES SÃO TRANSFORMAÇÕES OCULTAS EM NÓS.


“O que chamamos de magia em outras Tradições recebe o nome de milagre”. 
“Muda-se o nome, mas é a mesma força e poder”
Magias ou milagres são como chamamos transformações que ainda não conseguimos explicar. O importante é entender que você é parte do milagre, assim como a semente só germina se encontrar solo fértil. Cada qual é o seu do próprio jardineiro, que sem o devido trabalho nenhuma rosa fará florescer. O sol e a chuva são para todos, porém a semeadura é pessoal e intransferível.
O “essencial é entender que cada qual tem que fazer a sua parte para se encantar com a magia da vida”.
“Somos os pilares da ponte em que atravessam; portanto, quanto mais firmes forem os alicerces, maior o trânsito deles. Sem o aperfeiçoamento de um código moral próprio, onde não se pratique nenhum mal a qualquer coisa ou pessoa, não se chega a lugar nenhum. Tais conceitos são os sólidos fundamentos da alma”
 “Tudo no universo é energia. Até o que chamamos de matéria nada mais é do que energia condensada, conceito hoje admitido pela Física Quântica, mas aceito pelos esotéricos há séculos.
As energias se alinham por afinidade ou semelhança. Sendo nossos pensamentos, sentimentos e atitudes as fontes geradoras. Assim, se queres a aproximação dos anjos, benfeitores espirituais ou amigos invisíveis – não importa qual o nome que lhes aplique – sutilizem a sua energia para, na medida do possível, se aproximar da frequência vibratória deles. Preste atenção em ti.
 Aperfeiçoe o que pensa, sente e faz. ”.
“Os mais importantes milagres são as pequenas transformações que se dão em nosso íntimo, permitindo uma permeabilidade cada vez maior entre os planos. A espinha dorsal de toda a sabedoria universal se resume a amar a todos como gostamos de ser amados. Fazer o bem ao invés de esperar por ele. Todos os outros conhecimentos são apenas os muitos comentários a respeito desse ensinamento maior. Amar incondicionalmente é ato de profunda sabedoria, pois traz consigo a ampliação de consciência, a libertação da alma e a permissão de ver no escuro. Torne-se uma pessoa melhor a cada dia e desperte o poder adormecido nos porões do ser. O segredo milenar dos alquimistas de transformar chumbo em ouro nada mais era do que iluminar as próprias sombras, alinhando-a à alma. Não há “riqueza ou milagre maior”.
“Magia é transformação. As mais importantes são as que ocorrem na essência mais íntima do ser. Você é o mago e é também a própria magia. Pois, ao nos transformar modificamos o mundo, operando pequenos milagres do cotidiano, quase imperceptíveis, só visto pelos olhares atentos. Passamos a transbordar as mudanças de maneira natural através do brilho no olhar; da sensibilidade amorosa no sentir; do pensar claro e luminoso, liberto dos automatismos; da melhor palavra; da compaixão pelo não entendimento do outro; do agir sereno e digno. Um ser moral despido de qualquer moralismo. Suas emoções primárias e densas que até então lhe dominavam como reações imediatas diante dos entraves do cotidiano, passam a se transformar em sentimentos nobres e sutis cada vez com mais facilidade, até que um dia seu coração vibrará apenas a pura luz. Sinal de um passo importante, onde traços da evolução individual passam a integrar o espírito como uma estrela a brilhar no firmamento, que, aos poucos, se expande a iluminar a tudo e todos que encontrar, em sintonia com a expansão do próprio Universo, até por tê-lo em si”.
“Compartilhar com alegria para toda a gente o que há de mais precioso em seu coração é a melhor maneira de agradecer ao Grande Mistério por todas as magias permitidas.
Só assim é possível seguir Caminhando em Beleza.
“Esta é a lição e o poder do sol que ilumina e aquece gerando vida a todos, sem distinção”.

Tenham uma ótima semana...afinal ultima semana de 2015.
Renatta

Pedro Tornaghi


Já não há mais como escapar,
Da fome da alegria,
Da pujância do dia,
Da beleza do luar,
Me entrego à existência,
Que me manda o oxigênio,
Que me estende o seu convênio,
Delicada e precisa ciência,
Viver é dádiva constante,
Quando se sente a sutileza,
Vibrando no insignificante,
Viver é maravilha,
Quando aberto à clareza,
De cada átomo que brilha.
.
Pedro Tornaghi

Meu Querido Amigo...escrevendo sempre belissimamente.



terça-feira, 15 de dezembro de 2015

AMOR NÃO É TROCA.


















Não raro escuto as pessoas falando que “damos amor e queremos receber amor.
 Amor é troca”, como sentença definitiva. Não, amor não é troca.
 A troca é à base do comércio que, sim, ajuda a movimentar o planeta e a dirimir as diferenças entre os povos, porém, amor não é mercadoria para ser negociado.
O amor tem que ser incondicional, sem exigir absolutamente nada de volta ou não é amor. Amor não é moeda de convivência, mas o verdadeiro sentido dos relacionamentos. 
Na verdade, quando se reclama que o outro não nos devolveu o amor que lhe oferecemos, estamos transferindo para terceiros a responsabilidade pelo nosso vazio existencial. 
Um ser integral a caminho da harmonia interior sabe que toda a paz e felicidade de que necessita para se sentir pleno é construída dentro de si por si. 
A partir de então passa a compartilhar com todos os belos sentimentos que lhe encanta o coração. Como um casaco tricotado com a agulha da sabedoria e pelas linhas do amor, que pronto, tem-se o desprendimento de entregar a quem está com frio, sem esperar absolutamente nada de volta, salvo a própria alegria de ter levado um pouco de conforto a alguém. É imprescindível entender que somente você é responsável por sua felicidade. Transferir ao outro a responsabilidade de lhe fazer feliz é inadequado, tolo e, cedo ou tarde, surgirão os conflitos naturais oriundos de quem carrega um fardo que não pode suportar.
 Não se pode exigir do outro o preenchimento do vácuo de sua alma, pois tal desafio 
é pessoal e inerente à evolução de cada um. Ninguém tem a obrigação de fazer ninguém feliz. O que é diferente de sempre oferecer o seu melhor para o sorriso e o conforto de alguém. Ser amado é maravilhoso e uma das dádivas divinas da vida, mas é necessário aceitar que o amor do outro não é nem será a base da sua felicidade. 
Esta tem que ser construída aos poucos dentro de você. 
Cada um de nós, sem exceção, possui as ferramentas necessárias para fortalecer a alma a alcançar a plenitude em completa liberdade, ao largo de qualquer dependência emocional.
 Dependências, afetiva ou sentimental, nada mais são do que prisões sem grades – embora algumas estejam bem disfarçadas em gaiolas doces e douradas – onde não podemos nos permitir apodrecer. 
O amor é a força mais poderosa de todo o universo, raiz de todas as transformações, magias ou milagres. São as asas do ser e a razão da evolução. 
O poder do amor reside na fantástica realidade de que quanto mais se dá mais se tem, a transbordar infinitamente essa fonte mágica de alegria. 
É a única maneira de se conseguir um bilhete para a próxima estação na maravilhosa viagem da vida. Não há outra. A única bagagem que lhe será permitido levar é a essência de seus sentimentos mais nobres e as histórias que escreveu com eles.
 Somente isto cabe em sua “sacola sagrada”, o seu coração.
 Esta é a sua verdadeira herança.
Não se pode cobrar nada em troca do amor, porque para existir de verdade o amor tem como premissa o desprendimento, a generosidade, a alegria, a liberdade, o perdão e a harmonia no convívio social. Ao dar amor nos enriquecemos na perfeita proporção da doação.
 Estranho, não? Apenas enquanto ainda não estivermos despertos de uma série de condicionamentos culturais, sociais e ancestrais que limitam a expansão da consciência. 
O exercício do amor incondicional nos liberta e aperfeiçoa. Sim, insisto: o amor é incondicional ou não é amor.
O amor tem ricos vieses. Aqui a abordagem será resumida, para mais adiante, em outros trabalhos, ser mais amplamente desenvolvida.
- O perdão talvez seja o mais importante deles.
 A mágoa é uma terrível masmorra a nos aprisionar àquele que supostamente nos fez mal.
 As algemas são travadas pela energia do sentir e do pensar. Para nos libertar e seguir adiante no Caminho a única maneira é perdoar. Não há outra.
 Na exata medida que o ressentimento encarcera, o perdão liberta.
 Ao perdoar liberamos o outro de nossos desejos mais sombrios e, nesse compasso, nos libertamos. Assim, o perdão se mostra, além de um ato de profundo amor, ser também de extrema sabedoria. Entender o perdão é fazer uso de um poderoso instrumento de evolução. O perdão nos concede o sagrado manto da perfeita humildade, por reconhecer as próprias falhas ou as que um dia já nos pertenceram. É o perfeito entendimento de que ninguém nasce pronto. Sim, o mal tem que ser estancado e o erro corrigido.
 No entanto, ninguém tem o poder de impedir ao ofensor novas possibilidades
 de acerto no futuro. Assim como você e eu.
- Vivenciar toda a extensão da energia do amor significa entender a inutilidade de aprisionar alguém a si, pois desejo orgulho e vaidade não constroem o legítimo Direito.
 Ciúme não é amor. Ciúme é a sombra do amor, o medo de aceitar as asas que o amor concede. A liberdade de partir, ou ficar, de alguém é absoluto e deve ser respeitada. Dessa maneira, a recíproca será sempre bem aplicada. Ninguém é dono de ninguém. O outro desejará caminhar ao seu lado pelo tempo que as afinidades espirituais estiverem alinhadas. Isto pode durar um dia ou séculos.
 A Lei da Evolução é inexorável e fará com que todos cheguem ao destino. 
No entanto, cada qual viajará na exata velocidade da expansão do seu nível de consciência, que se modificará, seja por gosto ou imposição. 
Ninguém ficará para trás, mas nem todos estarão no mesmo passo. 
Então, algumas separações serão inevitáveis. É preciso entender que o processo evolutivo, embora desenvolvido através do convívio social, com suas dores e delícias, onde aprendemos com uns e ensinamos a outros, é individual e intransferível. Isto explica o erro de desejar manter alguém ao nosso lado a qualquer custo ou mesmo o sofrimento ao ver o outro partir. Entender que “foi bom enquanto durou” ou “deixe partir o que não mais pertence ao seu momento” é aceitar sábias observações cósmicas. 
O que muitos chamam de perdas, nada mais são do que imprescindíveis transformações ocultas reveladas pela sabedoria do tempo.
- O amor traz consigo variantes nobres. 
A palavra misericórdia vem do latim e em minha opinião é uma das mais bonitas da língua portuguesa, pois expressa o sentimento de “colocar o nosso coração para aliviar a dor alheia” como um valioso bálsamo a levar conforto a quem nos procure. 
Os orientais ensinam que compaixão é a beleza de “salvar uma alma” e quando assim o fazemos uma nova estrela passa a brilhar no firmamento.
 Já se perguntou quantas estrelas já ajudou a pendurar no céu? 
O mais interessante é perceber como o simples ato de oferecer um pouco do seu tempo e algumas palavras amorosas, proferidas com sinceridade, têm o poder de resgatar vidas e modificar rumos.
 É sementeira barata a disposição de qualquer jardineiro atento.
O amor é o que de mais sagrado existe no ser, pois, em essência, revela a esperança que deposita na humanidade e, por consequência, em si próprio.
Enfim, dentro de cada um de nós adormece essa força capaz de transformar e libertar a si mesmo, expandindo-se em ondas até os confins do universo a embelezar os jardins da existência. No amor reside todo o seu poder e magia.


Em plena Maturidade vivendo esse sentimento Maravilhoso.... desta forma...Lindamente e será eterno...levarei para outras vidas...
Renatta